fbpx

Sistema de incêndio é segurança e obrigatoriedade

Acidentes podem ser evitados quando se toma decisões cautelosas, principalmente quando o assunto é segurança eletrônica.

O sistema de incêndio é obrigatório em muitos estabelecimentos, e precisa estar com a manutenção em dia para proteger funcionários e estrutura física de empresas de possíveis acidentes com fogo. 

Entenda como o sistema funciona e sua importância.

Como funciona o sistema de incêndio

O sistema de incêndio é formado por diferentes dispositivos, como a central de alarme de incêndio, sirene, detector de fumaça e de calor, entre outros.

Todos os equipamentos precisam estar em perfeito funcionamento para que as situações de risco sejam identificadas e problemas maiores sejam evitados.

Contar com um técnico ou empresa especializada para identificar quais dispositivos são necessários, os locais de instalação e garantir a manutenção é o caminho para que tudo seja feito de acordo com as normas de segurança, e para que, de fato, todos do local a receber o sistema estejam protegidos.

Quais são os equipamentos do sistema de incêndio

Veja a descrição dos principais equipamentos que fazem parte do sistema de incêndio:

  • Centrais de alarme de incêndio: é o cérebro, responsável por monitorar os dispositivos do sistema de incêndio, receber a informação que sinaliza a presença de fumaça no ambiente, e disparar o alarme.
       
  • Detectores de fumaça/calor: são os equipamentos que identificam a fumaça ou calor e acionam a central de alarme.
       
  • Acionador manual: ao contrário dos detectores de fumaça ou calor que acionam a central de alarme automaticamente, o acionador manual, como o próprio nome já diz é acionado manualmente pela pessoa que detectou o foco de incêndio.
  • Sirenes: é um equipamento para locais onde a informação via áudio é necessária para     avisar sobre o ocorrido. Alguns modelos também possuem iluminação, o que facilita o aviso em locais especiais que necessitam de informação audiovisual.

Obrigatoriedade do sistema de incêndio

O Governo Federal tem instituído o Modelo Nacional de Regulamento de Segurança Contra Incêndio e Emergências. O documento estabelece todas as regras que devem ser aplicadas em espaços públicos, condomínios, comércios e empresas sobre prevenção de incêndios.

Ainda, é preciso estar preparado para as vistorias realizadas pelo corpo de bombeiros, instituição responsável pela aprovação do sistema.

Além de preservar a vida de colaboradores e clientes, quem prioriza a instalação e manutenção do sistema de incêndio estará de acordo com as exigências legais.

Riscos de não ter um sistema de incêndio

  • expor colaboradores a situações de perigo;
       
  • perda de produção;
       
  • comprometer a estrutura física, equipamentos e documentos;    
       
  • estar sujeito à multa e interdições da empresa.

Dicas de prevenção de incêndio

Além de um sistema de incêndio eficiente, confira algumas dicas para prevenir acidentes com fogo na empresa:

  • faça manutenções periódicas na estrutura física e elétrica;
       
  • verifique as fiações constantemente;
       
  • ao notar superaquecimento de equipamentos, chame um técnico;
       
  • facilite acesso aos corredores e escadas de emergência;
       
  • treine seus colaboradores.

Se você tem dúvidas sobre o que é preciso para instalar um sistema de incêndio seguro e que leve conforto e segurança para sua empresa, entre em contato com o suporte da JFL. A equipe de técnicos está disponível para orientar, ajudar com a escolha dos produtos.


Centro de Treinamento Tecnológico

Seja um profissional de Segurança Eletrônica certificado pela JFL Alarmes.

Acessar Calendário

Cursos de capacitação tecnológica a distância

Aprender sobre os equipamentos JFL nunca foi tão fácil.

Acesse os cursos

Loja JFL

Adquira materiais promocionais com a marca JFL para sua distribuidora e clientes.

Acessar loja JFL

RLG Automatizadores

Conheça os Automatizadores e Cancelas RLG. Uma empresa do Grupo JFL Alarmes.

Acessar site RLG