fbpx

4 principais sistemas de alarme residencial

Adotar um sistema de alarme residencial nos dias de hoje é uma das formas mais eficazes de ter tranquilidade e segurança. 

Segundo uma pesquisa feita pela Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (ABESE), o brasileiro está investindo mais neste tipo de sistema. E não é para menos! De acordo com o próprio órgão, a cada 100 tentativas de furtos em locais com alarmes, 94% fracassam.

Atualmente, existem diversas maneiras de proteger uma residência e é preciso ficar atento a qual melhor se adapta em cada caso. Até o final desta matéria você vai conhecer os 4 principais sistemas de alarme residencial para entender qual atende melhor a sua necessidade.

  1. Sistema de alarme com fio

Esse é o sistema mais tradicional e muitas vezes mais em conta para o monitoramento de residências. Ele tem como vantagem a segurança da transmissão de todos os dados de monitoramento pelos fios, que devem ser instalados pela estrutura do local a ser protegido.

Apesar de muito seguro quando em pleno funcionamento, possui a desvantagem dos fios poderem ser cortados por invasores, impedindo a conexão dos dados e a eficácia da proteção desejada. Porém, quando isso ocorre, os sistemas são capazes de identificar o rompimento e emitir um alerta ao morador.

  1. Sistema de alarme residencial sem fio

O sistema de alarme sem fio, ao contrário do que muitos acreditam, possui alta confiabilidade devido a tecnologia de ponta envolvida em seus equipamentos. Eles são desenvolvidos para transferir dados com segurança e proteger o sistema contra invasões ou interferências.

Esse tipo de sistema oferece maior autonomia e organização já que cada dispositivo possui sua própria bateria e ausência de fios. Ele pode ser conectado a internet ou a uma linha telefônica para ser monitorada pelo próprio cliente via aplicativo no smartphone ou por alguma empresa especializada, tudo em tempo real.

  1. Sistema de alarme residencial não monitorado

Os equipamentos utilizados em uma central não monitorada são os mesmos de uma que possui monitoramento, porém a grande diferença é que quando se fala em sistema de alarme não monitorado, quer dizer que o próprio cliente é responsável por acompanhar e tomar as providências necessárias em casos de disparos.

  1. Sistema de alarme residencial monitorado

O destaque do sistema monitorado é que o cliente tem contratada e conta com uma empresa especializada que irá fazer o monitoramento do sistema por 24h além de ter uma base de dados com todos os registros desde sua ativação.

Aqui o cliente é resguardado pela junção de 3 pilares: 

  • Uma sirene que será acionada para chamar atenção;
  • Uma painel de alarme que envia sinais para a central de monitoramento;
  • Conexão via internet, GPRS ou linha telefônica que enviará todos os dados relativos ao disparo para o cliente e a empresa de monitoramento.

Cada um dos sistemas apresentados possui suas particularidades e cabe ao cliente estudar junto ao profissional de segurança de sua confiança qual o mais adequado para seu momento.

Se você está em busca de proteger sua residência com equipamentos de ponta como os da JFL Alarmes, solicite uma conversa com o representante mais próximo por aqui


Centro de Treinamento Tecnológico

Seja um profissional de Segurança Eletrônica certificado pela JFL Alarmes.

Acessar Calendário

Cursos de capacitação tecnológica a distância

Aprender sobre os equipamentos JFL nunca foi tão fácil.

Acesse os cursos

Loja JFL

Adquira materiais promocionais com a marca JFL para sua distribuidora e clientes.

Acessar loja JFL

RLG Automatizadores

Conheça os Automatizadores e Cancelas RLG. Uma empresa do Grupo JFL Alarmes.

Acessar site RLG